agencia-ecclesia: Itália: Comunidades árabes pedem ao Papa Francisco que apoie oração inter-religiosa nas mesquitas

 

Cidade do Vaticano, 06 set 2016 (Ecclesia) – As comunidades árabes na Itália, e a nível internacional, pediram ao Papa Francisco que apoie a iniciativa de oração inter-religiosa que convida os cristãos a entrarem nas mesquitas nos dias 11 e 12 de setembro.

“Pomos no Papa Francisco a nossa esperança para um renascimento sem preconceitos, nem temores de reconstruir-se uma boa convivência entre as religiões e as civilizações”, explicou o presidente do ‘Ponto Focal da Integração para Aliança da Civilização’ (UNAOC), Foad Aodi sobre a missiva enviada ao Papa Francisco, no dia 2 de setembro.

A carta foi enviada ao pontífice argentino “com o coração nas mãos” para que apoie o evento que conta também na organização com a Comunidade do Mundo Árabe em Itália (CO-MAI) e o Movimento Internacional ‘Unidos para Unir’.

No 11 de setembro, as mesquitas vão abrir-se entre as 17h00 e as 20h00 para a oração inter-religiosa, a data recorda os ataques suicidas às Torres Gémeas, em Nova Iorque em 2001, um dia antes do feriado islâmico ‘Aid al Adha’ (festa do sacrifício), que se realiza após a peregrinação a Meca (Arábia Saudita), a ‘hajj’.

A Rádio Vaticano informa que os participantes vão trocar mensagens de paz com o objetivo de “promover o diálogo, o conhecimento mútuo, a boa convivência e união contra o terrorismo”.

Já no dia 12, as mesquitas e lugares de oração vão estar abertas a partir das 9h30 para a troca de “bons votos”, pela celebração da festa ‘Aid al Adha’ que vai ser dedicado a “todas as vítimas dos ataques terroristas” e começa com uma manifestação de solidariedade com as vítimas do terramoto na região central de Itália que provocou mortes e elevados danos materiais, a 24 de agosto.

Segundo a Rádio Vaticano, para além das diversas mesquitas italianas aderem a esta iniciativa “mais de mil comunidade e centros culturais árabes, islâmicos e de origem estrangeira em Itália”, mas a lista completa de apoio e adesão só vai ser publicada esta quinta-feira.

A emissora destaca ainda adesão à iniciativa da Universidade Telemática Internacional – UNINETUNO, a Fundação Migrantes e a Liga Italiana dos Direitos Humanos, entre outras associações, federações e instituições de áreas como o voluntariado, a educação e da investigação.

O jornal ‘La Stampa’ assinala que “cristãos na mesquita” é o movimento contrário ao realizado por “mais de 23 mil muçulmanos” que foram rezar pelas vítimas do terrorismo com os cristãos em várias igrejas italianas, a 31 de julho.

“Agora é a vez das mesquitas. Queremos quebrar o muro de medo pelo poder do diálogo. Algumas provocações como o caso dos burkinis estão a deixar campo para uma série de propostas concretas, como a criação de um registo para os imãs e o censo de mesquitas”, comentou Foad Aodi, divulga o jornal periódico italiano.

O presidente do ‘Ponto Focal da Integração para Aliança da Civilização’ sublinha a “necessidade de um compromisso” uma vez que “a voz do conhecimento, da cultura, da educação sem fronteiras” e uma boa informação é “mais forte do que a ignorância e exploração”.

 

agencia-ecclesia

Link

Altri articoli

Nessun altro articolo da mostrare